Número de sílabas (desde 11/2008)

counter

sexta-feira, 5 de abril de 2013

GARGALO



Poeta não ama
nem pouco nem muito.
Poeta ama essencialmente
e bebe a vida sem canudinho, baby.
Poeta bebe a vida
no gargalo
e nem se importa
quando o excesso escorre
com a saliva
e vira poesia.

05/04/13

Um comentário:

Jarlan Andrade disse...

Minha Ideologia é um amor falecido.
Muito Legal esse Blogue.