Número de sílabas (desde 11/2008)

counter

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

HISTORIETA EM CLAUSES

Descobre-se a terra
Vêm as naus, as armas e as cruzes
Invade-se
Matam-se os índios
Violentam-se as índias
Coloniza-se
Catequiza-se
Guerreia-se
Trafica-se
Escraviza-se
Matam-se os negros
Violentam-se as negras
Politiza-se
Matam-se nordestinos
Matam-se mais índios
Politizam-se o sertão e o Norte
Policia-se tudo
Rouba-se madeira
Matam-se Chicos
Politiza-se mais
Assoberba-se
Militariza-se
Matam-se estudantes
Violentam-se estudantes
Proctorragia-se a democracia
Trafica-se
Policia-se o tráfico
Corrompe-se
Rouba-se tudo
Teme-se tudo
Catequiza-se nos presídios
Catequiza-se na tevê e na internet
Policia-se mais
Policia-se a polícia
Assemelha-se aos USA
Bigbrotheriza-se
Macaqueiam-se os mangás japoneses
Policia-se ainda mais
Inundam-se as cidades
Diluviam-se as cidades
Resguarde-se a humanidade!
Catequizam-se os mortos
E instaura-se a paz.

28/01/11

Um comentário:

Eduarda disse...

Fernando,

Poema ou grito de uma sociedade cada vez mais escravizada, cada vez mais abandonada aos sopros das armas e dos mandantes.

bj