Número de sílabas (desde 11/2008)

counter

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

ACORDE

tenho um peito cheio de amor
e de ar.
sopro,
e saem as notas tortas
que, meio de esguelha,
meio sei-lá-que-sejam,
dizem o que tenho de mais íntimo:
que o meu peito é cheio de amor e de ar
dissonantemente.

18/11/09

3 comentários:

Micróbio Maldito disse...

heeeeeeeeeee! Até que em fim. Achei um jeito de ler os poemas do professor mais foda de literatura!!! kk

Carol disse...

lindoo Fernanditooooooo!
esse acorde ai sou eu!

Rebeca Xavier disse...

oficialmente capturando pra mim.